terça-feira, 27 de setembro de 2016

DANÇAR COM A SOMBRA

E o silêncio se fez presença e virou prece. Precisamos de experiência com o corpo para sentir a vida pulsando em nós. Poesias corpóreas podem acontecer quando se cria uma atmosfera. Hoje com muitos artefatos e simulacros está ficando muito complexo encontrar espaços para ser inteiro. Uma experiência consigo mesmo só é profunda se acontecer com presença.Buscamos esta experiência com a música, cinema, espetáculos de teatro,ou qualquer movimento que capture nossa alma por alguns instantes.Temos que aprender a dançar com a nossa sombra. Na verdade estou sentindo que mergulhei em abismos, desertos e no meu caos e agora estou me permitindo dançar com minha luz. Cuidei dos meus desertos. E a luz se fez. Muito revelador o que vou contar. Numa semana que perdi uma mala contendo meus melhores figurinos e adereços de dança, fui numa aula de Biodança sobre máscara. Nesta aula minha outra face se manifestou, se revelou, dancei minha beleza,minha doçura, minha alma, minha natureza contida se revelou sem medo. Por razões que o destino vai me ensinando, saí de casa sem maquiagem, com o rosto lavado, sem máscara, saí vestida de mim mesma. Cheguei a fazer uma apresentação sem figurino, não é que precise de qualquer artifício para dançar, tudo uma questão de oferecer beleza em grau máximo. Mas a grande beleza mesmo é se entregar, se despir de si mesmo, deixar" a sua natureza se manifestar". Só quando nos revelamos para o mundo, encontramos nosso lugar de direito e isso acontece quando passamos a habitar dentro de nós mesmos na nossa casa, nosso corpo. Biodança O "Sistema Biodanza" foi criado nos anos 1960 pelo antropólogo e psicólogo chileno Rolando Toro Araneda. Em 1964, Rolando iniciou as primeiras experiências de danças com doentes mentais internados no hospital psiquiátrico de Santiago.[5] Inicialmente, o seu sistema tinha o nome de "psicodança".[6] Atualmente, se encontra difundido em diversos países, incluindo países da América Latina, Europa, Canadá, Japão e África do Sul.[7] Wikipédia

SIMBOLISMO DO CORPO E EMOÇÕES

Resumo dos livros Linguagem do corpo e Linguagem do corpo 2 – Beleza e saúde, de Cristina Cairo: "Qualquer distúrbio orgânico tem ligação com estados emocionais ou comportamentais. Nós geramos nesta vida o que inconscientemente achamos conveniente. Doenças, acidentes e o formato de nosso corpo são projeções de nossos pensamentos. Entenda que a felicidade não depende de nada e de ninguém para existir, e não será sentida enquanto houver desarmonia devido ao apego a coisas e pessoas. Admitir que somos teimosos, orgulhosos, arrogantes, egoístas, possessivos e controladores requer humildade e desprendimento, por isso não é fácil parar de projetar doenças. O corpo apenas reflete o que somos internamente e por isso devemos ter consciência de nossas falhas de caráter. Corrigindo-as propiciaremos importantes transformações em nosso corpo. PARTES DO CORPO Abdome: é nele que estão os órgãos de eliminação. Se há descontentamento, críticas ou revolta contra alguém ou com relação a algum fato, acabam surgindo gordura e doenças nesse local, pois o inconsciente, que possui a lógica da correlação, comunica ao cérebro que a pessoa está com excesso de retenção mental e este cuida para que essa retenção seja fisiológica também. Quanto mais você aprisionar pessoas e acontecimentos em seu coração, mais gordura no abdome terá. Os “pneus” simbolizam o excesso de contrariedades que você acumula por acreditar que algum dia poderá resolvê-las e, com essa expectativa, vai armazenando situações mal resolvidas por não saber como lidar com elas. Enfim, toda mente rebelde e teimosa provoca desequilíbrio estético na região abdominal. Por outro lado, todo indivíduo que não possui abdome saliente mostra determinação e intuitivamente encolhe o abdome cultivando firmeza mental. Braços: simbolizam a ambição, o trabalho, o desejo de realização profissional e a vontade de conseguir seus ideais à sua maneira. Quando alguém nos proíbe a realização desses desejos ou provoca a anulação de nossa personalidade, é gerado um conflito que irá projetar um acidente, uma doença ou dores nos braços. Quando o problema é no braço direito, o conflito é com alguém do sexo feminino: mãe, esposa, patroa, etc. Quando é no braço esquerdo, o conflito é com uma pessoa do sexo masculino: pai, patrão, sogro, etc. Se porventura este conflito não estiver relacionado a alguém, então devemos analisar nosso próprio pensamento com relação ao trabalho. Coluna vertebral: é o suporte do corpo. Desvio da coluna significa que a pessoa tem medo de tomar decisões importantes porque teme perder ou magoar alguém. Cotovelos: correspondem às surpresas da vida. Dores e inflamações nos cotovelos ocorrem quando precisamos mudar de caminho, mas resistimos porque achamos que ainda não é necessário. Dedos: o dedo indicador ferido significa que você está acusando, consciente ou inconscientemente, alguém que lhe causou algum dano ou mágoa. Se o dedo for o da mão direita você estará acusando uma mulher e se for o da mão esquerda você estará acusando um homem. Ferimentos no dedo médio significam problemas com sua sexualidade. O dedo anular ferido mostra que seu desejo de união perfeita com o cônjuge está abalado. O dedo mínimo representa a família, e o polegar suas preocupações intelectuais. Dentes: problemas nos dentes simbolizam indecisões. Estômago: simboliza a forma como assimilamos a vida e como digerimos ideias. Joelhos: simbolizam suas atitudes para com você mesmo, no presente. Eles devem equilibrar o seu passado (coxas) e o seu futuro (pernas). Mãos: simbolizam as experiências da vida. Mãos feridas significam dores e dificuldades relacionadas com o que estamos trabalhando ou a que estamos nos dedicando. Músculos: músculos flácidos mostram pessoas acomodadas e lentas para agir e pensar. Músculos extremamente rígidos simbolizam inflexibilidade consigo ou com outras pessoas. Pés: mostram o quanto compreendemos de nós mesmos. Quaisquer problemas nos pés simbolizam que a pessoa não está esclarecida quanto aos rumos a seguir. Pele: representa a proteção da nossa individualidade. Manchas na pele significam que estamos nos sentindo ameaçados. Manchas brancas nos braços significam conflitos internos com a sogra, irmãos ou cunhados e são também sinal de que a pessoa não se sente amada. Alergia na pele significa que a pessoa está vivendo momentos de irritação com pessoas próximas que atrasam seu desenvolvimento pessoal e profissional. Pulmões: simbolizam a ânsia de viver. A pessoa que está sofrendo com problemas nos pulmões demonstra que seu motivo maior de vida está bloqueado e que sua luta está sendo em vão. Rins: os rins são o filtro das emoções em relação ao futuro. Rosto: simboliza o que pensamos sobre o nosso ambiente. Qualquer tipo de inflamação no rosto simboliza mágoa e raiva. Quando pensamos e sentimos somente coisas feias sobre o comportamento das pessoas que estão à nossa volta, aparecem manchas, espinhas e inflamações na pele do rosto. O que você vê de feio é apenas reflexo daquilo que você acredita. Ache-se uma pessoa bonita e ame as pessoas pelo que elas são, pois elas, como você, estão apenas procurando ser felizes. Seios: tumores nos seios significam ressentimento profundo em relação às pessoas que desempenham o papel simbólico de pai, tais como marido, sogro, cunhado, etc. Unhas: simbolizam aqueles que nos protegem (nossos pais). Pessoas que roem unhas estão inconscientemente dizendo que têm raiva de um dos pais. A rebeldia e a mágoa que guardam no coração são tão profundas que mesmo após a morte deles esses sentimentos continuam. Clique aqui para saber como renovar suas energias e obter um novo bem-estar físico e emocional com a terapia de equilíbrio quântico-energético. DOENÇAS Aids: indica a pessoa que não se ama e perdeu o respeito por si própria a ponto de não ver valor em nada do que faz. Artrite: representa um coração cheio de críticas e ressentimentos por pessoas que não valorizam seus esforços. Calvície: a queda de cabelos acontece àqueles que desrespeitam seus superiores, seja por palavras, seja pela conduta ou mesmo porque os ignoram. Pessoas que desejam brilhar e se destacar muito têm tendência a se tornarem calvas. Câncer: quando uma pessoa arrasta uma mágoa por muito tempo em seu coração, seu universo começa a se desarmonizar causando distúrbios celulares. Ressentimentos antigos, guardados em segredo e originados pelo medo de perder alguém ou por achar que perdeu o único amor de sua vida fazem concretizar um câncer no órgão relacionado ao fato. É uma forma de punir alguém que o feriu profundamente, mesmo à custa de sua própria vida, ou de autopunição por nunca ter agido como deveria naquelas situações amargas. A doença não desaparecerá enquanto o doente estiver retendo em seu coração mágoa por uma ou mais pessoas. Celulite: é a manifestação de raiva e autopunição. Derrame cerebral: é sinal de um gênio difícil e reflete uma pessoa que prefere a morte a mudar seu comportamento. Dor ciática: simboliza que a pessoa não está se permitindo sentir prazer e não está vivendo do jeito que gostaria. Dor de cabeça: quem sofre de enxaqueca tem um orgulho muito forte e resiste a tudo e a todos que parecem querer invadir seu espaço vital. Dor de garganta: expressa sentimentos contrariados. Epilepsia: é uma espécie de paranoia na qual a pessoa sente-se perseguida e completamente assustada com a vida. Fadiga: mostra a falta de amor pelo que estamos fazendo. Quando trabalhamos com amor e satisfação, não nos sentimos cansados. A energia de nosso corpo não deriva somente de fontes alimentares, mas também da vontade do coração. Fraturas: fraturas mostram inflexibilidade da personalidade e resistência exagerada. São uma forma simbólica de romper com a autoridade. Hemorragia: sangue é o fluxo da vida e representa a alegria. Se você vive contrariado e não sente alegria pelas coisas que faz, poderá ter problemas de sangramentos. Hérnia de disco: significa que a pessoa está profundamente indecisa quanto à sua vida. Sente-se totalmente desamparada e seus pensamentos a deprimem. Mal de Alzheimer: ocorre com pessoas que teimam em não aceitar a vida como ela é e sempre procuraram controlar os acontecimentos ou os pensamentos dos outros. Essas pessoas partem para um estado de demência quando perdem a esperança de transformar o ambiente em que vivem. Os familiares e amigos de idosos com esse mal devem conversar com eles normalmente, mostrando-lhes novas maneiras de perceber os acontecimentos e contar-lhes casos engraçados para estimular seu bom humor. Devem falar-lhes também sobre o perdão e a alegria de viver. Obesidade: a gordura é o mecanismo de defesa que o inconsciente cria para proteger-se daquilo com que o consciente não sabe lidar. Rinite: é um sinal de que seu ego está profundamente irritado com alguma pessoa que convive com você. É provável que esta pessoa tente constantemente invadir seu espaço vital. Varizes: mostram que a pessoa não suporta mais fazer coisas contra a sua vontade. JUVENTUDE Se você vive contando cada mês e cada ano de sua vida, notará que tudo gera cansaço. Eis os primeiros passos a serem tomados para rejuvenescer: pare de resmungar e veja sempre o lado alegre das coisas; ame (o amor é o bálsamo que renova as células e faz brilhar a pele e o olhar); faça o que seu coração mandar e esqueça os padrões da sociedade, pois somos aceitos pelo amor e respeito às pessoas e não pelo nosso modo de vestir e de viver. Aprenda definitivamente que não se deve esperar nada de ninguém, nem mesmo o reconhecimento – e você entrará Resumo dos livros Linguagem do corpo e Linguagem do corpo 2 – Beleza e saúde, de Cristina Cairo: Qualquer distúrbio orgânico tem ligação com estados emocionais ou comportamentais. Nós geramos nesta vida o que inconscientemente achamos conveniente. Doenças, acidentes e o formato de nosso corpo são projeções de nossos pensamentos. Entenda que a felicidade não depende de nada e de ninguém para existir, e não será sentida enquanto houver desarmonia devido ao apego a coisas e pessoas. Admitir que somos teimosos, orgulhosos, arrogantes, egoístas, possessivos e controladores requer humildade e desprendimento, por isso não é fácil parar de projetar doenças. O corpo apenas reflete o que somos internamente e por isso devemos ter consciência de nossas falhas de caráter. Corrigindo-as propiciaremos importantes transformações em nosso corpo. JUVENTUDE Se você vive contando cada mês e cada ano de sua vida, notará que tudo gera cansaço. Eis os primeiros passos a serem tomados para rejuvenescer: pare de resmungar e veja sempre o lado alegre das coisas; ame (o amor é o bálsamo que renova as células e faz brilhar a pele e o olhar); faça o que seu coração mandar e esqueça os padrões da sociedade, pois somos aceitos pelo amor e respeito às pessoas e não pelo nosso modo de vestir e de viver. Aprenda definitivamente que não se deve esperar nada de ninguém, nem mesmo o reconhecimento – e você entrará em um novo campo vibratório. Continue seus exercícios físicos e seus tratamentos normalmente, mas mude seu caráter para que os processos de beleza e de saúde sejam acelerados. Exercite o novo comportamento até que ele faça parte de sua vida, pois tudo é condicionamento. Vida ativa e pensamentos elevados e alegres rejuvenescem o ser humano. Fonte: Marcos Alexandre

SIMBOLISMO DO CORPO E EMOÇÕES

Resumo dos livros Linguagem do corpo e Linguagem do corpo 2 – Beleza e saúde, de Cristina Cairo: "Qualquer distúrbio orgânico tem ligação com estados emocionais ou comportamentais. Nós geramos nesta vida o que inconscientemente achamos conveniente. Doenças, acidentes e o formato de nosso corpo são projeções de nossos pensamentos. Entenda que a felicidade não depende de nada e de ninguém para existir, e não será sentida enquanto houver desarmonia devido ao apego a coisas e pessoas. Admitir que somos teimosos, orgulhosos, arrogantes, egoístas, possessivos e controladores requer humildade e desprendimento, por isso não é fácil parar de projetar doenças. O corpo apenas reflete o que somos internamente e por isso devemos ter consciência de nossas falhas de caráter. Corrigindo-as propiciaremos importantes transformações em nosso corpo. PARTES DO CORPO Abdome: é nele que estão os órgãos de eliminação. Se há descontentamento, críticas ou revolta contra alguém ou com relação a algum fato, acabam surgindo gordura e doenças nesse local, pois o inconsciente, que possui a lógica da correlação, comunica ao cérebro que a pessoa está com excesso de retenção mental e este cuida para que essa retenção seja fisiológica também. Quanto mais você aprisionar pessoas e acontecimentos em seu coração, mais gordura no abdome terá. Os “pneus” simbolizam o excesso de contrariedades que você acumula por acreditar que algum dia poderá resolvê-las e, com essa expectativa, vai armazenando situações mal resolvidas por não saber como lidar com elas. Enfim, toda mente rebelde e teimosa provoca desequilíbrio estético na região abdominal. Por outro lado, todo indivíduo que não possui abdome saliente mostra determinação e intuitivamente encolhe o abdome cultivando firmeza mental. Braços: simbolizam a ambição, o trabalho, o desejo de realização profissional e a vontade de conseguir seus ideais à sua maneira. Quando alguém nos proíbe a realização desses desejos ou provoca a anulação de nossa personalidade, é gerado um conflito que irá projetar um acidente, uma doença ou dores nos braços. Quando o problema é no braço direito, o conflito é com alguém do sexo feminino: mãe, esposa, patroa, etc. Quando é no braço esquerdo, o conflito é com uma pessoa do sexo masculino: pai, patrão, sogro, etc. Se porventura este conflito não estiver relacionado a alguém, então devemos analisar nosso próprio pensamento com relação ao trabalho. Coluna vertebral: é o suporte do corpo. Desvio da coluna significa que a pessoa tem medo de tomar decisões importantes porque teme perder ou magoar alguém. Cotovelos: correspondem às surpresas da vida. Dores e inflamações nos cotovelos ocorrem quando precisamos mudar de caminho, mas resistimos porque achamos que ainda não é necessário. Dedos: o dedo indicador ferido significa que você está acusando, consciente ou inconscientemente, alguém que lhe causou algum dano ou mágoa. Se o dedo for o da mão direita você estará acusando uma mulher e se for o da mão esquerda você estará acusando um homem. Ferimentos no dedo médio significam problemas com sua sexualidade. O dedo anular ferido mostra que seu desejo de união perfeita com o cônjuge está abalado. O dedo mínimo representa a família, e o polegar suas preocupações intelectuais. Dentes: problemas nos dentes simbolizam indecisões. Estômago: simboliza a forma como assimilamos a vida e como digerimos ideias. Joelhos: simbolizam suas atitudes para com você mesmo, no presente. Eles devem equilibrar o seu passado (coxas) e o seu futuro (pernas). Mãos: simbolizam as experiências da vida. Mãos feridas significam dores e dificuldades relacionadas com o que estamos trabalhando ou a que estamos nos dedicando. Músculos: músculos flácidos mostram pessoas acomodadas e lentas para agir e pensar. Músculos extremamente rígidos simbolizam inflexibilidade consigo ou com outras pessoas. Pés: mostram o quanto compreendemos de nós mesmos. Quaisquer problemas nos pés simbolizam que a pessoa não está esclarecida quanto aos rumos a seguir. Pele: representa a proteção da nossa individualidade. Manchas na pele significam que estamos nos sentindo ameaçados. Manchas brancas nos braços significam conflitos internos com a sogra, irmãos ou cunhados e são também sinal de que a pessoa não se sente amada. Alergia na pele significa que a pessoa está vivendo momentos de irritação com pessoas próximas que atrasam seu desenvolvimento pessoal e profissional. Pulmões: simbolizam a ânsia de viver. A pessoa que está sofrendo com problemas nos pulmões demonstra que seu motivo maior de vida está bloqueado e que sua luta está sendo em vão. Rins: os rins são o filtro das emoções em relação ao futuro. Rosto: simboliza o que pensamos sobre o nosso ambiente. Qualquer tipo de inflamação no rosto simboliza mágoa e raiva. Quando pensamos e sentimos somente coisas feias sobre o comportamento das pessoas que estão à nossa volta, aparecem manchas, espinhas e inflamações na pele do rosto. O que você vê de feio é apenas reflexo daquilo que você acredita. Ache-se uma pessoa bonita e ame as pessoas pelo que elas são, pois elas, como você, estão apenas procurando ser felizes. Seios: tumores nos seios significam ressentimento profundo em relação às pessoas que desempenham o papel simbólico de pai, tais como marido, sogro, cunhado, etc. Unhas: simbolizam aqueles que nos protegem (nossos pais). Pessoas que roem unhas estão inconscientemente dizendo que têm raiva de um dos pais. A rebeldia e a mágoa que guardam no coração são tão profundas que mesmo após a morte deles esses sentimentos continuam. Clique aqui para saber como renovar suas energias e obter um novo bem-estar físico e emocional com a terapia de equilíbrio quântico-energético. DOENÇAS Aids: indica a pessoa que não se ama e perdeu o respeito por si própria a ponto de não ver valor em nada do que faz. Artrite: representa um coração cheio de críticas e ressentimentos por pessoas que não valorizam seus esforços. Calvície: a queda de cabelos acontece àqueles que desrespeitam seus superiores, seja por palavras, seja pela conduta ou mesmo porque os ignoram. Pessoas que desejam brilhar e se destacar muito têm tendência a se tornarem calvas. Câncer: quando uma pessoa arrasta uma mágoa por muito tempo em seu coração, seu universo começa a se desarmonizar causando distúrbios celulares. Ressentimentos antigos, guardados em segredo e originados pelo medo de perder alguém ou por achar que perdeu o único amor de sua vida fazem concretizar um câncer no órgão relacionado ao fato. É uma forma de punir alguém que o feriu profundamente, mesmo à custa de sua própria vida, ou de autopunição por nunca ter agido como deveria naquelas situações amargas. A doença não desaparecerá enquanto o doente estiver retendo em seu coração mágoa por uma ou mais pessoas. Celulite: é a manifestação de raiva e autopunição. Derrame cerebral: é sinal de um gênio difícil e reflete uma pessoa que prefere a morte a mudar seu comportamento. Dor ciática: simboliza que a pessoa não está se permitindo sentir prazer e não está vivendo do jeito que gostaria. Dor de cabeça: quem sofre de enxaqueca tem um orgulho muito forte e resiste a tudo e a todos que parecem querer invadir seu espaço vital. Dor de garganta: expressa sentimentos contrariados. Epilepsia: é uma espécie de paranoia na qual a pessoa sente-se perseguida e completamente assustada com a vida. Fadiga: mostra a falta de amor pelo que estamos fazendo. Quando trabalhamos com amor e satisfação, não nos sentimos cansados. A energia de nosso corpo não deriva somente de fontes alimentares, mas também da vontade do coração. Fraturas: fraturas mostram inflexibilidade da personalidade e resistência exagerada. São uma forma simbólica de romper com a autoridade. Hemorragia: sangue é o fluxo da vida e representa a alegria. Se você vive contrariado e não sente alegria pelas coisas que faz, poderá ter problemas de sangramentos. Hérnia de disco: significa que a pessoa está profundamente indecisa quanto à sua vida. Sente-se totalmente desamparada e seus pensamentos a deprimem. Mal de Alzheimer: ocorre com pessoas que teimam em não aceitar a vida como ela é e sempre procuraram controlar os acontecimentos ou os pensamentos dos outros. Essas pessoas partem para um estado de demência quando perdem a esperança de transformar o ambiente em que vivem. Os familiares e amigos de idosos com esse mal devem conversar com eles normalmente, mostrando-lhes novas maneiras de perceber os acontecimentos e contar-lhes casos engraçados para estimular seu bom humor. Devem falar-lhes também sobre o perdão e a alegria de viver. Obesidade: a gordura é o mecanismo de defesa que o inconsciente cria para proteger-se daquilo com que o consciente não sabe lidar. Rinite: é um sinal de que seu ego está profundamente irritado com alguma pessoa que convive com você. É provável que esta pessoa tente constantemente invadir seu espaço vital. Varizes: mostram que a pessoa não suporta mais fazer coisas contra a sua vontade. JUVENTUDE Se você vive contando cada mês e cada ano de sua vida, notará que tudo gera cansaço. Eis os primeiros passos a serem tomados para rejuvenescer: pare de resmungar e veja sempre o lado alegre das coisas; ame (o amor é o bálsamo que renova as células e faz brilhar a pele e o olhar); faça o que seu coração mandar e esqueça os padrões da sociedade, pois somos aceitos pelo amor e respeito às pessoas e não pelo nosso modo de vestir e de viver. Aprenda definitivamente que não se deve esperar nada de ninguém, nem mesmo o reconhecimento – e você entrará em um novo campo vibratório. Continue seus exercícios físicos e seus tratamentos normalmente, mas mude seu caráter para que os processos de beleza e de saúde sejam acelerados. Exercite o novo comportamento até que ele faça parte de sua vida, pois tudo é condicionamento. Vida ativa e pensamentos elevados e alegres rejuvenescem o ser humano." Fonte: Marcos Alexandre

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

DANÇA E EXPERIÊNCIA DE TOTALIDADE

Na antiguidade a experiência fazia parte do cotidiano,a vida era compartilhada e sentir era vivenciado através de experiências coletivas. A história do pensamento ocidental nos revelou a negação do corpo e da vida em detrimento da supremacia da razão e do pensamento. Estamos no mundo contemporâneo sedentos por sentir experiências no nosso corpo, sentir a vida acontecendo num instante supremo dentro de nós. É como se a vida estivesse ao nosso lado e não possuímos mais acesso à ela. Freud(1856-1939) disse que é lindo ser um homem e não um depósito de experiências monótonas,mas podemos ser homens durante uma hora, embora sejamos um depósito por onze horas. Penso que estamos esperando que alguma coisa aconteça para que a vida seja sentida com toda a sua plenitude. Interessante na minha caminhada é que todas as vezes que a vida fez sentido para mim foi e continua sendo em momentos de grande prazer com o meu corpo, eu continuo acreditando que sem uma experiência integradora na nossa sociedade continuaremos vendo a vida passar pela janela. Eu estou escrevendo sobre o verdadeiro prazer que na nossa cultura está extremamente reduzido a sexo e consumo. A sensualidade é saber degustar a vida para sentir o seu sabor que exige um refinamento da alma, uma busca por respiração, afeto, troca e muita partilha. O nosso corpo é um caminho para atingir estados de consciência elevados. O materialismo, a desigualdade social, as guerras e as ditaduras seguidas de golpe, com exceção de poucos países tira a dignidade humana. Desde a segunda guerra mundial que não temos um fluxo migratório tão intenso, o mundo aguarda com muito alarme, muros e fechamento de fronteiras o desespero humano por melhores condições de vida. A vida está sendo negada porque o ser humano não quer abrir a fronteira do preconceito que nos impede de chegar ao outro. Na minha opinião o que importa é a experiência, é a vivência que nos transforma e humaniza. Não adianta muito falar sobre afeto e experiência no corpo para uma cultura que fragmentou o conhecimento e alienou o corpo. Felizes as pessoas que ainda podem num mundo automatizado, tirar os sapatos e dançar na chuva, sentir o cheiro do vento numa tarde ensolarada, sentar com amigos para fazer nada. Sair na rua para compartilhar alguma coisa sua, um olhar, um abraço, dançar numa festa, rir junto com desconhecidos numa sessão de cinema, olhar nos olhos, sentir a mão de alguém e flutuar dentro de si mesmo ouvindo uma música saborosa. Sentir o invisível, cair no vazio e encontrar sentido no milagre da vida. Acumular dinheiro e buscar poder só alimenta uma porção da nossa identidade que não recebeu amor e reconhecimento. A questão é que todos os mestres do oriente e ocidente sempre afirmaram há milênios que o caminho se faz ao caminhar e as respostas estão dentro de nós. Então não adianta buscar fora se por dentro não tem vida pulsando, coração flamejante desejando paixão e sangue quente correndo nas veias. Estou me preparando para dançar ao ar livre para todo mundo, compartilhar meu dom. Os xamãs modernos não guardam seus dons em caixinhas esperando serem lembrados, ou um patrocínio legal. Eu fiquei anos da minha vida esperando um reconhecimento um carimbo para libertar meu desejo de dançar e não ser um "depósito de experiências monótonas". Não espero mais nada além de mim mesma me amando muito por não precisar de nada, só do meu corpo para soltar meu movimento em praça pública, parques e qualquer lugar que me leve para a vida dentro de mim. É claro que trabalho muito para ser o meu destino, não nasci rica e pago iptu como todo mundo. A diferença é que não conseguiram me "engessar", me institucionalizar e desistir da vida. Compartilhar, curtir e escrever ideias nas redes sociais e blog é muito pouco para mim, não me satisfaz e me deixará morta se ficar presa a isso.Um dia preciso olhar o que está acontecendo de profundidade e humanidade na internet, mas depois preciso apertar o botão e abrir meus braços para a vida que acontece lá fora e dentro de mim. E comigo tem que ser no meu corpo, na minha escuta do mundo.

"TEMPOS MODERNOS"

Sou voluntária de uma ONG que tem como missão ajudar e promover conforto emocional e saúde mental a pacientes com depressão e pessoas...