O RESGATE DA GESTUALIDADE

A gestualidade pode ser ampliada e através dela, nosso estado de consciência é ampliado. Nossa cultura foi construída separando o corpo da mente e do espírito causando fragmentação.O pensamento como o suprassumo do humano em detrimento do sentir, criou o distanciamento do se fazer sentido. Felizmente a recuperação do gesto e do movimento verdadeiro e sublime ressignifica nossa ação no mundo. O movimento espontâneo deveria ser a matéria-prima da construção do pensar-sentir e ser. Como uma cultura que não valoriza a presença e o contato podem criar paz? Se ainda temos repressão nos nossos gestos e dançar livremente é uma atitude insana em certos lugares? Quando falamos em fragmentação não podemos deixar de falar do caráter utilitário de tudo e dos rótulos que enfrentamos, como se tudo precisasse ser mensurado para existir no supermercado da vida. Para falarmos de criação, imaginação, sentimentos e sonhos temos que empacotar em produtos e criar uma relação de consumo, troca e venda. Deveríamos dançar para desfrutar a vida, fazer teatro para se reinventar como humano, depois acertamos as contas com o destino e veremos onde esta aventura de crescer nos levará. O verdadeiro encantamento de sentir leveza e extrair alegria do próprio corpo que é sábio e tem memória.Não importa que movimento do seu corpo você vai escolher, desde que ele seja feito com consciência, e de dentro pra fora. Com certeza ele vai apontar caminhos, vai trazer sabedoria e bem estar e um dia teremos uma maneira diferente de nos relacionar com o mundo. A melhor definição de depressão, a doença de nossa civilização, veio de Denise Stoklos: Depressão é a inadequação de si mesmo. Estamos criando pessoas para produzirem, darem resultados, cumprirem regras e protocolos e as necessidades da alma acabam ficando em segundo plano. Fundamental é encontrar com a nossa alma, e é muito simples quando olhamos nosso corpo como nosso oráculo, nosso portal para elevar e silenciar nossos pensamentos. E no vazio preenchemos nossa alma de lirismo e dançamos a dança cósmica do universo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DANÇA SURREALISTA

DANÇAR EM TEMPOS DE INTOLERÂNCIA

" A FONTE ORIGINAL"