Arquitetura e dança



    Durante todo o meu processo de pesquisa  percebi que ela é caracterizada por dois eixos o primeiro é  o intercâmbio de técnicas corpóreas com o objetivo de criar a minha linguagem e a segunda vertente seria o cruzamento fruto de minhas observações sobre a relação corpo e espaço. Além de Laban, só na dança Clássica Indiana vejo de forma tão explícita essa relação. Claro que  esta dança surgiu nos templos e tem uma relação muito profunda com a escultura.Há anos observo  que o movimento é feito de ângulos e retas, segmentos coreográficos geométricos  que cortam o espaço , onde emanam texturas e diferentes combinações com uma ação contínua não linear numa tridimensionalidade desafiando o equilíbrio apolíneo .

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DANÇA SURREALISTA

DANÇAR EM TEMPOS DE INTOLERÂNCIA

" A FONTE ORIGINAL"