Translate

quinta-feira, 8 de junho de 2017

AFAGOS NA ALMA

Somos feitos também de energia e vibração.A dança tem a materialidade do corpo como suporte para realizar a experiência do sentir o sutil. Isso acontece quando o corpo começa a ser visto como experiência de crescimento e liberdade. Quando sentimos nosso corpo acontece a experiência de sentir a energia pulsar dentro do corpo. É muito bonito ver o nosso corpo despertando para sensações mais sutis. A delicadeza de ver a energia percorrendo pelo corpo trazendo vida, sentido, entendimento, emoções. É outro universo que se abre, são novas conexões e a organicidade que se amplia.Mudamos o nosso diálogo com o espaço e o tempo, nosso ritmo. A riqueza maior é olhar a vida através do sutil, do inominável, do não dito. Uma pessoa quando chega num espaço ela o modifica e esta dança de energias ocorre de uma forma muito nebulosa e quem não tem uma conexão e não busca nenhuma trabalho corporal ou energético acaba prisioneiro de energias desconhecidas e recebendo uma carga de informações sem saber como ela pode afetar sua própria energia, humor e bem estar. Portanto é importante desenvolver uma escuta do corpo e dos caminhos da energia, muitas vezes não nos sentimos bem em certos ambientes, ou alguém nos faz passar mal, ou chega aquela tristeza sem motivo.Somos diariamente mergulhados neste mar de pensamentos e jogo de sombra e luz. A proteção vem de uma vida com mais consciência e o aprendizado do invisível. A física quântica já nos revela que através da ciência o que arte e a espiritualidade vem informando há milênios, que somos feitos de energia e temos um campo energético que contém informações sobre todos os que convivem no mesmo espaço e tempo. A dimensão e a importância de incluir o corpo, a mente e a alma numa mesma manifestação é o que garante perceber pessoas,lugares,cores, vibrações e o olhar além das aparências.Muitas vezes a crise de percepção e do sentir da contemporaneidade está associada a super valorização da palavra em detrimento da pausa e do silêncio. Na minha experiência um simples olhar verdadeiro pode afagar uma alma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário