domingo, 16 de novembro de 2014

DANÇA DAS OPOSIÇÕES

A dança das oposições. Um dos princípios que incorporei ao meu treinamento pessoal. Tomei emprestado nas técnicas de dança do oriente. O exercício consiste em começar um exercício sempre em oposição à trajetória final. Portanto, o movimento nunca é linear e previsível e as possibilidades de ampliação do repertório de gestos é infinita. Interessante é que essa possibilidade surgiu da minha experiência de estudar danças codificadas e sistematisadas e codificadas não existindo improvisação. São movimentos assimétricos e tridimensionais. Entrar em contato com este treinamento, foi justamente o excesso de organização, disciplina e rigidez que me libertou.Para voar precisei criar raizes. Hoje meu movimento é livre, improvisado e orgânico, assimétrico, não linear e preciso. Para aceitar o caos busquei a ordem. O caminho pode ficar muito rico e profundo quando é permitido iniciar um movimento onde o ponto de partida é totalmente oposto ao ponto de chegada. A liberdade de me divertir com a trajetória e o inusitado, sem me preocupar com o ponto final.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BLADE RUNNER

Ontem vi uma senhora grávida no último lugar num caixa de auto-atendimento, eu estava numa posição privilegiada na fila e estava lend...