terça-feira, 1 de julho de 2014

TÉCNICA PESSOAL

Iniciei o processo de investigação de gestualidade própria para criação de sequências coreográficas .
Utilizo ações físicas e sonoras, segundo Constatin Stanislawski, o ator deve fazer uma lista de ações físicas e os "objetivos físicos utilizadas no teatro. O termo criado por Rudolf Laban, dança-teatro nos anos 40 colabora com o embasamento da minha pesquisa, porque o teatro-dança clássico da India desconhece este dilema, teatro e dança são linguagens simultâneas.
 A criação de sequências coreográficas  através dos ações físicas e desta forma codificar e  registrar.
 Ultimamente  a minha pesquisa de movimento é baseada nas árvores, galhos retorcidos  e assimétricos,    sequências e padrões que não se repetem baseados na natureza, e na proporção áurea.
  Busco a metodologia divina, a perfeição do imperfeito.
  Trata-se de criar uma metodologia criativa na arte e na arquitetura, para ser dança.
  Separar organicidade e caos.
  " Tomar como ponto de partida o corpo e fazer dele um fio condutor, eis o essencial."
   O único antídoto eficaz contra a ausência de sentido do mundo, contra o caos que acompanha o eterno retorno, é a afirmação incondicional da totalidade,


possuir simultaneamente a dureza e a doçura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DANÇA DA CHUVA

Estou pesquisando sempre o eixo que emana na transição do efeito da dança na dançarina e o trabalho da dançarina sobre si mesma. Um c...