Translate

quarta-feira, 2 de julho de 2014

DANÇAR A TOTALIDADE

 'Eu não quero ser uma árvore,
 uma flor, uma onda ou uma nuvem. No corpo de um bailarino devemos,
 como espectadores, tomar consciência de nós mesmos. 
Não devemos procurar uma imitação das ações cotidianas, dos fenômenos
 da natureza ou de criaturas exóticas de outro planeta, mas sim alguma coisa
 deste milagre que é o ser humano motivado, disciplinado e concentrado.
 A vida, contrariamente à puritana, é uma aventura, uma forma de expansão 
do homem que exige extrema sensibilidade para ser realizada com graça
com dignidade e com eficácia... O corpo e alma estão implicados de forma
 indivisível nesta experiência da vida, e a arte pode ser vivida por um ser total
. Só uma sensibilidade apurada e exaltada realiza esta concentração no instante 
 que é a verdadeira vida"

 Isadora Duncan


 Para viver um mundo novo, é fundamental mudar a nossa ação no mundo, nossa ação cotidiana e esta ação envolve  a recuperação do gesto. A dança pode ser uma experiência, quando ela nos afeta ." Ser é ser percebido"
 para retornar da complexidade para a harmonia.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário