segunda-feira, 11 de novembro de 2013

TERCEIRO ESPETÁCULO SOLIDÁRIO BRASÍLIA

Comecei a dar aulas de dança indiana
com objetivo de aprimorar meu treinamento
pessoal, realizar intercâmbios, ampliar
as fronteiras de cuidado e bem estar do corpo.
Com o passar do tempo, entre minhas alunas,
percebi que o grupo que tinha maior interesse nessa forma
de arte era o das mulheres mais experientes, aquelas
que passavam da faixa dos 40 anos.
No rico universo de atividades específicas realizadas,
fui incorporando às aulas de dança, noções de meditação,
teatro e técnicas de diversas culturas, criando assim,
não só uma “dança para o corpo”, mas,
principalmente, uma “dança para a alma e o espírito”.
Em 2007 conheci um grupo fantástico de mulheres,
todas acima dos 50 anos. Elas queriam com muita força
e determinação aprofundar os estudos de dança indiana.
Uma arte milenar. E não podemos esquecer que
a dança clássica indiana é extremamente complexa,
exige força, delicadeza, dedicação e memória.
Me envolvi então com o universo daquelas mulheres
e suas lutas para ultrapassar limites da idade e tudo
que envolve outra arte: a arte de envelhecer feliz.
Minha surpresa foi grande ao notar que todas
escolheram o caminho da alegria através da dança.
Eu, que queria ensinar, aprendi muito.
Era tratada como “mestra”, com todo sentido
que esta função tem. Assim, me sentia agradecida
e homenageada todos os dias.
Cada palavra minha, cada gesto ensinado era
recebido com reverência. Quanta responsabilidade!
Em 2010, por sugestão de uma aluna, Helena Muniz,
pensamos em criar um espetáculo de dança,
com objetivo de unir arte e solidariedade.
Uma forma de agradecer e celebrar a vida.
Em parceria com a dançarina e coreógrafa Ruth Santana, professora de danças ciganas no SESC-DF e a sua
Companhia de Dança “Os mais Vividos”, realizamos,
então, o primeiro Espetáculo de Dança Solidária.
Um sucesso de público e arrecadação de alimentos.
Hoje, muito felizes, realizamos o 3º Espetáculo Dança Solidária Brasília. Com muitas novidades, novas
Companhias, Grupos, Parceiros e Apoiadores.
Estamos crescendo!
É com muita emoção e carinho que dedicamos agora,
em 2013, o 3º Espetáculo Dança Solidária Brasília
à nossa querida – saudosa aluna, Lucenir Miranda Alves.
Lucenir era um exemplo de força e coragem de viver.
Mesmo doente, com dignidade exemplar dançou
e lutou pela vida até o fim.
Este ano, seu espírito vai dançar conosco
no primeiro domingo de dezembro, dia 1º,
no palco da Escola Parque 303/304 Norte.
E, se o céu existe, deve ter música para
ela continuar dançando para o infinito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DANÇAR

Estudo atualmente as possibilidades do corpo para criar uma dança sutil para todos, independente da idade, classe social e nível de escola...