quarta-feira, 14 de agosto de 2013

CORPO E MEMÓRIA


  O meu arquivo corporal, o corpo, é um reservatório de memórias registradas para facilitar o meu.
processo.  Penso a minha dança  como centro.
 Estou num momento de revelação, não quero perpetuar meu movimento dentro de uma" camisa de força" , acredito profundamente na técnica e no treinamento aliado à disciplina para se ter um ponto de partida, Depois de um certo tempo, precisei olhar o meu corpo, ouví-lo e transformá-lo em minha matéria -prima. No palco quero demonstrar minha técnica, minha emoções e verdade."  
 .Desejo que a dança apareça e não a dançarina, dançar silêncio, pausa, respiração ,pés, mãos, olhos, energia que promova  encantamento, e que a platéia sonhe junto comigo.
.
Eu escolhi o treinamento corporal da dança clássica Indiana aliada a outras  técnicas corporaes que possibilitam a imersão na arquitetura do movimento integrado.
 Esse traçado do mapeamento do energético no corpo,que é realizado sem mágica e imediatamente.

Investigação das ações  físicas com dramaticidade, senão cai no movimento vazio, sem carga psíquica.
 No palco  uma dança autoral ,a dançarina como centro do  processo criativo .  Assim penso a minha dança   Estou num momento de revelação, não quero perpetuar meu movimento dentro de uma" camisa de força"  acredito profundamente na técnica e no treinamento aliado à disciplina para se ter um ponto de partida.  Depois de um certo tempo, precisei olhar o meu corpo, ouví-lo e transformá-lo em minha matéria -prima. No palco quero demonstrar minha técnica, minha emoções e verdade, até onde sei que é.
 Aprendi que o corpo não mente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

DANÇAR

Estudo atualmente as possibilidades do corpo para criar uma dança sutil para todos, independente da idade, classe social e nível de escola...