Complexo cultural Brasil 21 última temporada do espetáculo de dança Baraka






    O espetáculo Baraka é o resultado de anos de pesquisa sobre a minha gestualidade e investigação para criar a minha expressividade.Tudo o que se refere a identidade ou assinatura necessita de tempo e tempo exige sabedoria para se ter paciência consigo mesmo.A cultura do entretenimento de fácil digestão e os prazos gerados por patrocínios e a própria ância de nascer logo são desafios.Afinal como conciliar a necessidade de se fazer uma arte verdadeira e profunda com o fantasma do dinheiro, do tempo , da alma para concretizar uma idéia? Fico pensando no Charles Chaplim que era uma grande perfeccionista e chegava a gravar uma cena trezentas vezes, algo impensável nos anos 20!
    Eu acredito no caminho do meio, o Baraka levou quatro anos para ser realizado e ele é apenas o começo da minha tragetória que inclue um processo, sou uma "obra em progresso" .Encerro esse ciclo India ou oriente sabendo que hoje são ferramentas de trabalho, um veículo para chegar mais perto de mim, de minha sombra e minha luz.Falar de minha aldeia para  que cada gesto seja o caminho para acessar a minha memória corpórea , deixar o corpo falar sobre todos os que vieram antes de mim, a vibração contida numa árvore, um pôr do sol.Gostaria de agradecer a todas as pessoas que saíram de suas casas e abriram mão de outros chamados ou convites para me ver em cena, no palco sem cenário ou luz mirabolante, sem fumacinha ,tudo estava lá escrito no meu corpo pronto para ser narrado. Gratidão a cada aplauso, isso é o que todo artista espera e  compensa toda a sua vontade de deixar a sua humanidade no mundo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DANÇA SURREALISTA

DANÇAR EM TEMPOS DE INTOLERÂNCIA

" A FONTE ORIGINAL"