sábado, 30 de julho de 2011

Reta final




Finalmente estou na fase de conclusão do meu projeto baraka, quatro anos de pesquisa intensa e mergulho no treinamento corporal (técnica) do estilo Bharatanatyam.
.
Observei muita coisa, sofri com as limitações do meu corpo ocidental que não alcança o rigor e minúcias do corpo para a dança Indiana, detalhes das mãos, olhos , pés, e até sobrancelhas. Enfim encontrei meu equilíbrio no caminho do meio, como posso ajustar meu corpo ao que ele pode oferecer e ser ao mesmo tempo fiel ao que aprendi? Na minha concepção encontrar o meio é ser verdadeira respeitando a minha história pessoal e coragem para ir além da imitação, o contrário eu seria uma cópia.Fui construindo cada cena do meu espetáculo com esse olhar, sempre voltado para o que eu sou, e o olhar sobre a dança Indiana e a versão equalizada destas duas portas que abri.
Agora vejo que tudo vale a pena, talvez se fosse à índia estudar com um " guru" e todos os protocolos que envolvem o aprendizado , poderia ter me "engessado" numa técnica, talvez, estou escrevendo sobre a minha vida. Não afirmo aqui, que é o caso de outas dançarinas que entregam sua vida por essa arte maravilhosa e passam por esse ritual de aprendizado sofrido e delicioso na índia, aliás sou a favor da tradição, sem elas como faria para comparar, ter referência? O novo não vem do nada.Mas no meu caso , eu já consigo agradecer a outra volta que a vida deu para eu aprender através do contato com a dança Indiana, a usufruir de princípios contidos nela , e ao mesmo tempo criar meu vocabulário pessoal, minha maneira de expressar o que sou, já que sou péssima para explicar minhas emoções, é um privilégio poder dançá-las. Dia 02 de setembro me ofereço numa bandeja de prata, no teatro Nacional Brasília, eu fecho aqui o ciclo com a índia e me abro para onde o meu corpo me levar, sou uma sacerdotisa do mundo, aboli as fronteiras eu quero é ser humana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DANÇA DA CHUVA

Estou pesquisando sempre o eixo que emana na transição do efeito da dança na dançarina e o trabalho da dançarina sobre si mesma. Um c...